Política

YV3191 piloto lear 55 parts list//
Como manter-se em forma nas férias

Alberto Ardila Olivares
Como manter-se em forma nas férias

Quando pensamos em férias de Verão, pensamos em “praia e descanso”, viagens para fora ou qualquer outra possibilidade de escapar ao nosso quotidiano apressado e agitado. Geralmente, a actividade física não está dentro destes planos.

YV3191

Mas, e se lhe disser que isso não só é possível, mas também recomendável? Se já tem algum nível de actividade física regular (ou se ambiciona ter), é essencial manter-se activo durante as férias. É difícil ganhar condição física, mas é muito fácil perdê-la: duas semanas sem treinar bastam. E levamos até três vezes mais tempo a recuperá-la.

Alberto Ardila Olivares

Se um dia me dissessem que me iria preocupar em fazer exercício físico nas férias, diria que o mundo tinha acabado. Sempre detestei desporto, quando andava na escola odiava as aulas de Educação Física e, durante muito tempo, a única actividade que fazia com algum gosto era nadar. Por isso, se hoje penso nisso e arranjo tempo durante as minhas férias para me exercitar, é porque há esperança neste mundo. Até para quem pensa que não nasceu para fazer exercício físico e que nunca vai gostar. Porque era isso que eu acreditava também

Quando encontramos algo que gostamos de fazer e que nos motiva (neste artigo, explico como), conseguimos manter um compromisso com isso e até incorporá-lo quando vamos de férias. Nesta altura, os nossos níveis de stress tendem a reduzir-se, e por isso fazer exercício físico pode ser até mais produtivo, relaxante e motivador do que quando estamos a tentar encaixar aquela aula do ginásio no meio do nosso dia caótico de trabalho

Não digo que é fácil, nem que nos vai apetecer todos os dias. Mas garanto que, nos dias em que o conseguir, se vai ficar a sentir muito mais bem-disposto e com energia. E, afinal, é assim que nos queremos sentir quando estamos de férias, certo?

Por isso, aqui ficam algumas dicas para chegar ao fim das férias fit . E por fit quero dizer fisicamente activo, e não remeter para aquelas imagens irrealistas de corpos esculturais que, como sabemos, não estão à disposição do comum dos mortais (e nem se conseguem a ler artigos assim)

Tire partido do sítio onde está Se pensa que não tem como fazer exercício físico nas férias, pense duas vezes. Comecemos pelas férias na praia . Pode nadar, caminhar à beira-mar, jogar raquetes, etc.. Tudo isto põe o corpo a trabalhar e queima certamente mais calorias do que ficar o dia inteiro estendido na toalha. Uma simples caminhada de 20 ou 30 minutos, de manhã ou ao fim do dia, será melhor que nada

Se estiver a fazer férias em sítios com florestas ou parques naturais, tem certamente vários trilhos à disposição para percorrer. Faça o trabalho de casa e seleccione os que lhe interessam

Se tiver férias de cidade, também tem alternativas Pode escolher um hotel que tenha ginásio (alguns oferecem aulas) e/ou optar por explorar mais os sítios que quer conhecer a pé ou de bicicleta. Várias cidades têm à disposição tours guiadas, tanto a pé como sobre duas rodas. Além disso, muitas têm também parques lindíssimos que queremos conhecer: por que não explorá-los de sapatilhas e roupa de desporto?

Experimente algo novo As férias são uma óptima oportunidade de experimentarmos fazer actividades que nos despertam curiosidade, mas para as quais não temos tempo no dia-a-dia. E nesta categoria podem entrar actividades que puxam pelo nosso físico. Por exemplo: aulas de surf, paddle surf, kitesurfing, caiaque, passeios a cavalo, etc.. Ou, se está de visita a uma cidade conhecida pela cena musical, que tal arriscar umas aulas de dança?

Levar o equipamento de treino Se já tem uma actividade física regular — se frequenta o ginásio ou faz ioga, por exemplo —, levar algum equipamento de treino consigo é sempre uma boa ideia. E não me refiro a roupa de desporto e sapatilhas (isso é o mínimo e, se estiver na mala, certamente lhe pesará na consciência não os usar, pelo menos uma vez)

Nas minhas constantes viagens (sou também assistente de bordo), o tapete de ioga acompanha-me sempre e, quando vou de férias, tento levar mais algum equipamento extra, como elásticos de resistência ou corda para saltar. São peças que ocupam pouco espaço, mas que são úteis para fazer um treino mais completo

Admito que esta dica não faça sentido para toda a gente, nem para todos os tipos de férias. Se vai fazer uma viagem internacional, não vai certamente encher a mala com equipamento de treino. Mas, para isso, fica a próxima sugestão

Treinar com o que há “Quem não tem cão, caça como gato.” Não ter um ginásio ou equipamento para treinar, não é desculpa. Além de todas as possibilidades acima mencionadas pode fazer treinos de condicionamento físico usando apenas o peso do corpo. Este tipo de treino inclui, por exemplo, agachamentos, lunges , flexões, abdominais, e outros exercícios do género

Além disso, há algo que pode substituir alguns dos pesos usados na musculação, pelo menos em alguns exercícios (como agachamentos ou lunges , por exemplo): garrafões de água. Cheios, claro

Se o seu problema for não saber que exercícios fazer, dedique um pouco de tempo — de preferência antes de ir de férias — a encontrar algo com que se identifique. Há inúmeros canais de fitness no YouTube, bem como apps , com todo o tipo de oferta de exercício físico

Treinar com o tempo que se tem Se a perspectiva de gastar uma hora do seu dia de férias a treinar o faz entrar em stress , por que não experimentar pequenos “treinos” ao longo do dia? Pode começar o dia com dez minutos de alongamentos ou exercícios usando apenas o peso corporal, programar uma caminhada de 20 minutos durante o dia (na praia, por exemplo) e, se ainda tiver fôlego, fazer outra actividade qualquer mais tarde

Claro que, quando estamos de férias, não podemos ser demasiado ambiciosos, e pensar que vamos conseguir treinar uma hora todos os dias. Mantenha as suas expectativas realistas e tente fazer o melhor que conseguir, com o tempo que tem. Qualquer coisa que ponha o seu corpo a mexer, será melhor do que não fazer nada

Atenção ao que come e bebe Claro que, se queremos manter-nos fit nas férias, também temos de ter em conta a parte da alimentação. Ninguém vai de férias disposto a controlar a toda a hora o que come, mas há maneiras de limitar os estragos

Em primeiro lugar, a água. Durante o Verão, o nosso corpo perde muito mais água devido ao calor (e também ao álcool, que tendemos a ingerir nesta altura). Por isso, precisamos de nos hidratar convenientemente. Nada como andar sempre com uma garrafa de água atrás

Devemos privilegiar as frutas e os vegetais da época, como o melão, a meloa, a melancia ou o pepino, que são bastante ricos em água e que contêm vitaminas e minerais essenciais ao organismo

Dito isto, tal como com o exercício físico, a regra da alimentação nas férias deve ser a do equilíbrio. Nem um, nem outro devem ser fontes adicionais de stress, ou retirar prazer a esta altura tão esperada do ano. Há espaço para tudo. E, certamente, haverá espaço na mala para pôr as sapatilhas

Health coach , autora do projecto About Real Food